Dedico este blog à minha filha Thais, meu eterno amor, que partiu muito cedo para um lindo lugar... no outro lado da vida ..!!!

Seguidores

domingo, 28 de setembro de 2014

Perseverança


Jogo a minha rede no mar da vida e, às vezes, quando a recolho, descubro que ela retorna vazia.

Não há como não me entristecer e não há como desistir.

Deixo a lágrima correr, vinda das ondas que me renovam, por dentro, em silêncio:
dor que não verte, envenena.

O coração marejado, arrumo, como posso, os meus sentimentos.

Passo a limpo os meus sonhos. Ajeito, da melhor forma que sei, a força que me move.

Guardo a minha rede e deixo o dia dormir.

Com toda tristeza pelas redes que voltam vazias, sou corajosa o bastante para não me acostumar com essa ideia.

Se a gente não fosse feita para ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes.

Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas.

Hoje, o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá na beira da praia de novo...

Ana Jácomo


Perseverar sempre! Sigamos em frente, mesmo que a passos lentos. Não devemos desanimar, não devemos nunca desistir de caminhar.

Um grande beijo de luz em todos !!






domingo, 21 de setembro de 2014

Como as provações da vida nos fazem mais fortes




Por que eu? Ao invés de ficar estagnado se fazendo essa pergunta aja a seu favor e saia mais forte das dificuldades.

Quem nunca passou por uma dificuldade? Quem nunca teve que passar por provações em sua vida?

Realmente todos nós temos nossos momentos difíceis e mesmo vendo pessoas a nossa volta passarem por terríveis provações, mesmo assim, quando chega a nossa vez, pensamos que nossa dor é a maior de todas, que nossa dificuldade é a mais desafiadora e que ninguém mais passou por nada igual. Estamos certos e errados ao mesmo tempo:

Certos, porque somos únicos e nossa dor é nossa, cada um passa por provações diferentes e, é claro, ver os outros passando por situações dolorosas é uma coisa e passar por elas, sentir na pele, é outra bem diferente.

Errados, porque pensando ser nossa a maior dor e provação, nos deixamos levar pelo pessimismo e acabamos assim desanimando e piorando nossa situação que já está muito sofrida.
  
Se pararmos para analisar, nossa luta é diária e constante, tomamos decisões a cada momento, muitas vezes sem nem mesmo perceber, mas quando as dificuldades chegam, então sentimos mais o peso de nossas escolhas e de nossa decisão em “como” enfrentar o problema. Será que já paramos para pensar e perceber que depois que conseguimos passar por uma dificuldade saímos dela mais fortes e, com certeza, aprendemos no mínimo uma lição para toda a nossa vida? E que nos tornamos mais fortes e preparados para as próximas que virão?

Quando uma dificuldade chega, queremos que rapidamente apareça uma solução quase que mágica e resolva logo nossos problemas, esquecemos que a paciência é uma virtude que precisamos adquirir e treinar no decorrer da vida. Por isso, temos que nos policiar e fazer da paciência nossa amiga e companheira. Ficarmos desesperados, nervosos e perdermos o controle, não vai resolver nosso problema, e sim piorá-lo.

Mesmo que as provações pareçam duras demais e que nos sintamos fracos, incapazes e desamparados perante elas, mesmo que pareça que não iremos aguentar, temos que reconhecer nosso grande valor e agir a nosso favor, não deixando a tristeza tomar conta de nosso coração e pensamentos. 

Nas horas de dor e lágrimas, devemos lembrar e sentir que não estamos sós e muito menos desamparados. Lembrar que todos passam por provações e que estamos aqui para aprender. Como poderíamos aprender se tudo na vida fosse sempre bom? Temos que entender que as dores e sofrimentos são necessários para o nosso desenvolvimento e progresso.

Na Bíblia, em Josué 1:5, lemos: "Não te deixarei nem te desampararei".

Devemos nos lembrar dessas palavras tão consoladoras e buscar Aquele que tudo sabe e tudo pode e reconhecer Seu amor e ajuda. Muitas vezes pensamos que Deus nos abandonou porque Ele não resolveu imediatamente nosso problema e em nosso ato egoísta deixamos de ver o quanto Ele está nos sustentando e nos dando forças para passar pela dificuldade. 

A cada dia e provação que passamos podemos aprender e crescer mais, por isso a melhor forma de viver é aproveitar ao máximo os bons momentos da vida e estar preparados para os maus, sabendo o quanto somos amados por Deus e que as dificuldades virão para nosso crescimento e não estaremos sós. A maior prova de nossa vitória é conseguirmos sair das dificuldades melhores do que éramos antes, e não amargurados e descrentes, essa deve ser nossa meta: Viver e aprender!

Que possamos nos tornar melhores a cada dia e mesmo passando por terríveis tempestades saiamos mais fortes de cada uma delas. Que sejamos felizes, tenhamos paz e nunca nos esqueçamos de buscar a Deus e nos permitir receber Dele todo o alento, o consolo e ajuda que precisamos. 

Que aceitemos as provações, pois da mesma forma que todos passamos por elas, todos podemos superá-las. Lutemos e saiamos vitoriosos.


Por Tatiane Bellini Covre 

E que o amor de Deus seja sempre uma fonte de luz e esperança em nós, para nos manter firmes e fortes na luta. Fé !

Um grande beijo a todos !!



 


domingo, 14 de setembro de 2014

Luto - A difícil arte de lidar com as perdas


Quando falamos em perdas podemos imaginar perda por "n" motivos. Hoje, vamos refletir sobre perdas afetivas por morte.

Toda forma de lidar com ela varia conforme a pessoa; não existe um programa preestabelecido. As reações são individuais podendo durar muito ou pouco tempo. Várias reações podem surgir desde um choque inicial, altos e baixos emocionais, descrença, negação, culpa e raiva.

Quando a perda foi muito significativa as reações podem ser mais fortes, como um grande desânimo, mudanças de humor, falta de sono, indisposição, esquecimento, falta ou excesso de apetite, ressentimentos com a vida ou entes queridos.

Nesse momento de dor e sofrimento evite tomar decisões importantes. Algumas pessoas quando sofrem grandes perdas tomam atitudes radicais em relação à vida, ao trabalho ou à casa onde moram. Pense bem se essas mudanças farão bem à você. Conte com a ajuda de pessoas queridas, amigos que talvez tenham passado por isso também, ou profissionais da área.

Seja paciente com suas próprias atitudes e com seu tempo de recuperação. As perdas abrem feridas que podem demorar para cicatrizarem. Seja paciente com os outros também. Nesse momento seu ritmo de vida ainda não está equilibrado e assim pode se achar incomodado com o ritmo do outro.

Algumas pessoas não sabem o que dizer para consolar. Compreenda que é difícil para elas lidarem com sua dor. Reflita sobre seus valores internos e externos, faça uma revisão de si mesmo. Quando sair dessa situação, sairá bem melhor, e as lembranças do ser amado que partiu poderão vir com mais leveza.

Opte por uma forma de vida mais agradável. Saindo de casa, aos poucos, poderá cumprir sua rotina de trabalho e cuidar de suas responsabilidades. Busque algumas horas tranquilas do dia em que possa chorar, desabafar, se esvaziar. Desse modo, será possível perceber o que está mais profundo em si mesmo.

Viva seu luto no tempo que for necessário, respeite seus sentimentos. Algumas pessoas, nesse período, não gostam de ver fotos ou objetos do ente querido. Não há problema, isso não quer dizer que gostem menos dele. Não tenha medo do luto terminar, não é prova de desamor, é sinal de equilíbrio interior.

Tente ficar tranquilo, perceba sua forma de reagir, conscientize-se dela, assim, irá em direção ao seu equilíbrio de maneira natural e suave.

Lembre-se: falar sobre a perda ajuda muito em sua cura.

Maria Cecília C. Varejão
Terapeuta holística. 


Obrigada amigos, por estarem sempre comigo e pelo carinho que aqui deixam.
Deus abençoe a todos nós! Que nossa vida seja sempre permeada de fé, de amor e esperança !!

Abraços apertados !!




 

domingo, 7 de setembro de 2014

Metáfora - A alma e os pássaros


As metáforas são pontes poéticas que o amor constrói e que fazem ligação entre coisas e conceitos.

As Escrituras Sagradas das diferentes tradições religiosas, não raramente lançam mão de metáforas para tornar mais claro o entendimento das verdades do mundo espiritual.

Uma das mais belas metáforas é uma passagem dos textos da Fé Bahá'í... que compara o corpo físico a uma gaiola e o espírito a uma ave que nela habita.

"Imaginar que o espírito pereça ao morrer o corpo, é como imaginar que o pássaro morra ao quebrar-se a gaiola. Nosso corpo é apenas a gaiola, enquanto o espírito é o pássaro. Nada tem o pássaro que recear com a destruição da gaiola."

"Se a gaiola for quebrada o espírito continuará a existir, e seus sentimentos serão até mais poderosos, suas percepções mais intensas, e sua felicidade maior."

A morte física - um mergulho no infinito, a hora de voar...
O suave voo das aves é uma metáfora visual a nos sussurrar que a alma é livre das limitações impostas pela matéria.
Uma metáfora visual e poética que se revela aos que se dispõem a enxergar além do que os olhos podem... 

E ao deslizar pelo céu, as aves nos recordam dos nossos entes queridos que já partiram. Todos os que deixaram para trás este mundo de provações e caminhadas, sonos e vigílias, noites e dias, esperanças...

E as aves nos recordam ainda que em breve também chegará a nossa hora de voar.

Da força das asas depende a altura a que se pode alcançar.

O corpo, frágil argila, sofre os efeitos do tempo.
A alma, puro sopro, é eterna.

Aproveitemos os breves e incertos dias da nossa jornada terrena, para fortalecer as Asas do Espírito e alimentar a nossa alma com valores nobres e ideais elevados.

Uma dieta espiritual farta de amor e bondade, caridade, pureza, compaixão, perdão e justiça, gratidão, bem-aventuranças. De modo que, quando a hora derradeira bater à nossa porta, possamos voar com asas limpas e puras até as mais sublimes alturas.

(Autor desconhecido)




Deixo meu grande e forte abraço com o meu maior agradecimento a todos que me visitam e pelo carinho que aqui recebo de cada um, esperando em breve voltar a visitar os blogs amigos. Obrigada, sempre, por toda força que vocês têm me dado para continuar minha árdua caminhada.

Beijos, amigos queridos. Fiquem na paz!



 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...