Dedico este blog à minha filha Thais, meu eterno amor, que partiu muito cedo para um lindo lugar... no outro lado da vida ..!!!

Seguidores

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Thais, Feliz Natal ao lado de Jesus!!!


Thais, tenha um Feliz Natal, minha filha amada!
Que o teu caminho
seja repleto de luz!
Mais um Natal sem ti minha filha, sem a tua companhia, sem o teu sorriso lindo, sem o teu abraço... com é difícil viver longe de ti, só Deus sabe.
Quanta saudade, filha!
Mas, tenho certeza que te encontras num belo lugar e sei que estás bem. Desejo que estejas feliz aí ao lado de Nosso Senhor e dos bons amigos espirituais. Sei também filha, que mesmo numa outra dimensão, continuas cuidando de mim e me dando forças para continuar.
Fica em paz, minha filha!
Receba hoje e sempre as minhas bênçãos, o meu beijo, o meu abraço e o meu eterno amor.
Eu te amo, meu anjo, minha estrela mais brilhante... um dia vou te encontrar!

Mamis.

                                                           * * *
Meus amigos queridos, desejo a todos vocês um Feliz e Santo Natal cheio de bênçãos e muito amor nos corações!
Feliz Ano Novo!!!
Muito obrigada pelo apoio, pelas palavras de conforto e pelo carinho de sua companhia durante todo este ano, espero que no próximo continuemos juntos.                 

Meu amigo e minha amiga...
Encerra-se mais um ano em sua vida...
Quando este ano começou, ele era todo seu.
Foi colocado em suas mãos...
Podia fazer dele o que quisesse...
Era como um Livro em Branco, e nele você podia ter
um poema, um pesadelo, uma blasfêmia, uma oração.
Podia...
Hoje não pode mais, já não é seu.
É um livro já escrito...
Concluído...
Como um livro que tivesse sido escrito por você, ele um dia lhe
será lido, com todos os detalhes, e não poderá corrigi-lo.
Estará fora de seu alcance.
Portanto...
Antes que termine este ano, reflita, tome seu velho livro e folheie com cuidado...
Deixe passar cada uma das páginas pelas mãos e pela consciência;
Faça o exercício de ler a você mesmo...
Leia tudo...
Aprecie aquelas páginas de sua vida em que usou seu melhor estilo.
Leia também as páginas que gostaria de nunca ter escrito.
Não... Não tentes arrancá-las... Seria inútil... Já estão escritas.
Mas você pode lê-las enquanto escreve o novo livro que será entregue.
Assim, poderá repetir as boas coisas que escreveu e evitar repetir as ruins.
Para escrever o seu novo livro, você contará novamente com o instrumento do livre arbítrio, e terá, para preencher, toda a imensa superfície do seu mundo.
Se tiver vontade de beijar seu velho livro, beije.
Se tiver vontade de chorar, chore sobre ele e, a seguir, coloque-o nas mãos do Criador.
Não importa como esteja...
Ainda que tenha páginas negras, entregue e diga apenas duas palavras:
Obrigado e Perdão!!!
E, quando o novo ano chegar, lhe será entregue outro livro, novo, limpo, branco, todo seu, no qual irá escrever o que desejar...

FELIZ LIVRO NOVO!!!                                           ( desconheço autoria ).

Abençoado seja 2012 a todos nós...
repleto de paz, fé e esperança!!!
Com amor,
Ilca

domingo, 18 de dezembro de 2011

Seguir adiante...

É natural: quando uma grande dor se abate sobre nós, a tendência é ficar paralizado, encolhido.
Parece que tudo pára. O ar fica pesado e a melancolia, em toda parte, faz os ponteiros dos relógios se arrastarem. No coração, solidão, medo, angústia, sofrimento.

Nessa hora, a maioria de nós tem vontade de deixar todas as coisas de lado, de dormir, esquecer, desaparecer. Mas a vida prossegue. E reclama de nós uma atitude: é preciso continuar.
O estômago pede comida, o corpo se revela com sede, a família precisa ser sustentada. Tudo segue normalmente.

Mas, como prosseguir quando nada parece ter sentido? Se um enorme vazio toma conta de todas as coisas?
Antes de tudo é preciso ter consciência de que há outras pessoas que dependem de nós, seja físicamente ou emocionalmente. Filhos, mulher, marido, pais, irmãos, amigos. Toda essa multidão sofre junto conosco. E, por amor à eles, é preciso lutar para superar o que nos magoa.

Se um filho morre, há outros que ficam. E esses aguardam gestos de amor, cuidados, sorrisos. E, se não há outros filhos, há outros parentes, há amigos que nos querem bem.
Se perdemos alguém ou algo, mesmo que seja muito importante, mesmo que seja o trabalho de toda uma vida, é a hora de buscar novos horizontes, novas oportunidades, novos olhares.

O mundo está cheio de descobertas à nossa espera. Mas, para isso é preciso estar aberto ao mundo, com os braços prontos para abraçar as belezas que a vida oferece.
É preciso saber que não somos solitários no sofrimento. A dor que nos fere também vitima milhões de outras pessoas.

Cada um carrega a sua dor. Muitas vezes em segredo. Muitas vezes sem ninguém com quem compartilhar. Apesar da dor, o Mundo continua a girar, tudo segue seu ritmo normal. E de nada adianta desejar que tudo pare para nos assistir chorar. Ou para nos consolar.
Temos dentro de nós uma força imensa para resistir a tudo, para suportar todas as provas. É algo que vem de Deus.

Jesus nos ensinou que Deus não dá provas superiores às nossas forças. Sim, pois Deus pôs em nosso coração a fortaleza que nos reergue. É o espírito de luta que surge quando estamos abatidos. É a força que, de repente, toma conta da alma e nos faz sorrir de novo.
É um presente de Deus. Aproveite. Essa energia está viva na sua alma. Agita-se como um pássaro e espera que você a liberte.

Como alcançá-la em nossa intimidade e despertá-la?

Não há segredo e todos, sem exceção, podem conseguir. Chama-se oração.
Deixe seu coração falar com Deus. Abra-Lhe sua intimidade. Confesse-Lhe suas amarguras, ansiedades, tristezas.
E tenha certeza. Ele, o amor infinito e a misericórdia plena, não vai deixá-la(lo) sem respostas.

A afirmativa é de Jesus, ao dizer que o Pai não dá pedras ao filho que pede pão.
Confie. Dê-se essa oportunidade de fé, com ela buscando fortalecer suas esperanças, renovar seu ânimo para o bem, consolidar sua coragem para retomar a caminhada, conquistar forças para prosseguir com destemor.

Faça isso por você, mas, principalmente pelos seus afetos. Eles precisam muito de você.


Redação do Momento Espírita.
Em 26/04/2010.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Seja Fonte...


Seja Fonte...
Fonte de água pura e cristalina.
Seja água abundante para quem tem sede de amor,
de carinho, de força, de apoio, de diretriz.

Seja Porto...
Porto de chegada de almas cansadas,
seja porto para aqueles que andam perdidos
pelo mundo,
e que precisam de um lugar tranquilo para descansar
o fardo que carregam.

Seja Ponte...
Ponte que liga a vida terrena à eternidade do céu.
Seja a passagem, e não o atalho,
seja o caminho livre e não o pedágio.

Seja Estrada...
Estrada longa, gostosa de passear,
estrada iluminada de dia pelo sol e de noite pelo luar.
Seja estrada que guia.

Seja Estrela...
Seja a estrela que mais brilha no firmamento.
Para ser estrela, ilumine os que te cercam,
distribua luz gratuitamente.
Seja estrela guia, estrela da sorte.

Seja Chuva...
Chuva que molha os corações secos, vazios de amor,
de esperança, de paz.
Seja chuva que inunda os campos áridos,
que molham os jardins,
que dá vida a toda a vegetação.

Seja Árvore...
Árvore que dá frutos para quem tem fome,
que dá sombra e refresca o árduo calor
dos caminhantes que seguem pela vida.

Ser Fonte,
ser Porto,
ser Ponte ou Estrada,
ser Estrela,
ser Chuva ou ser Árvore...

É SERVIR A DEUS!


( autor desconhecido ).

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Abrindo a janela


Em muitos momentos da vida, almejamos que o sol ilumine nossos passos.
Porém, quantas vezes, esquecemos de abrir a janela, permitindo que ele entre?
Nos perdemos nas reclamações ou apenas ficamos esperando por dias melhores, sem no entanto, dar o primeiro passo.

Se desejamos que algo mude, não adianta ficar de braços cruzados a espera de um milagre, é preciso arregaçar as mangas e ir adiante .
Vencer o medo que nos paralisa e prosseguir, descobrindo que esse medo que acreditávamos ser tão forte, se perdeu pelo caminho.
Devemos parar de fugir dos desafios, como se não fôssemos capazes de superá-los.

Se queremos que a luz chegue até nós, precisamos abrir as portas da nossa alma e deixar que ela penetre.
Se queremos mudanças em nossa vida, passemos a cultivar o terreno, só assim, ele produzirá os frutos que almejamos.
Não acreditemos que somos incapazes de realizar as tranformações que se fazem necessárias, talvez leve tempo, mas o importante é jamais desistir de caminhar, dando um passo de cada vez.

Cada um de nós possui um talento a ser utilizado, não deixemos que ele enferruje, valorizemos nossas conquistas, nos empenhemos a combater as nossas fraquezas, tendo a consciência de que não iremos vencê-las de uma hora pra outra, porém, façamos o melhor que pudermos.
Se almejamos por dias melhores, façamos a nossa higiene espiritual, quantos sentimentos nocivos não estão guardados, apenas nos atrapalhando nessa jornada.

Não nos deixemos abalar com as quedas sofridas, levantemos confiantes e mais confiantes ainda, sigamos nossos caminhos.
Se a tristeza nos incomoda, façamos algo para que ela vá embora, ficar apenas desejando que as coisas melhorem, sem realizar algo em prol disso, não resolverá a situação.
Sonhar que o sorriso retorne, mas viver em lágrimas, também não ajudará em nada.

Muitos dirão que os sofrimentos que enfrentam é maior que suas próprias forças e nada podem fazer para sair dessa situação.
Porém, todos somos capazes sim, basta acreditar e buscar a luz que há dentro de cada um de nós.

O Pai jamais nos colocaria frente a uma prova, se não pudéssemos enfrentá-la. Ele não quer que vivamos em sofrimento, espera que compreendamos a lição, que possamos evoluir espiritualmente e continuar o caminho que o Seu filho nos deixou.
E para isso, basta que abandonemos o papel de vítimas ou algozes de nós mesmos e compreendamos que somos capazes de muito realizar, não estamos aqui apenas a passeio ou para sofrer, viemos para evoluir, precisamos seguir em frente e sem medo do que iremos encontrar.

Não basta apenas clamar aos céus que nos console, precisamos caminhar em direção a cura que almejamos.
Precisamos batalhar pela nossa reforma íntima a todo instante. Substituir o desânimo que nos envolve pela esperança. Enfraquecer a angústia com o poder da fé.
Não deixar que as adversidades do dia a dia nos convençam a desistir. Acreditar em nosso potencial, porque só quando realmente acreditamos, poderemos usá-lo.

Seguir o Evangelho de Jesus, não apenas através das palavras, mas também com ações. Confiar que não estamos sozinhos.

E abrir a nossa janela para que o sol adentre.

Porque só assim, ele poderá iluminar nossa vida...


Sonia Carvalho - do livro "E a vida se renova".

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Hoje é um dia muito especial..!!!

Parabéns, Thais!!!
Hoje é o teu aniversário, minha filha. Este, é o segundo que passamos sem tê-la ao nosso lado, sem a tua presença física.
Hoje, estarias fazendo 33 anos.

Meu coração está apertado demais, é difícil acreditar que tudo acabou, que não estás mais aqui conosco, para comemorarmos esse dia que sempre foi tão importante e especial para ti e para todos nós, tua família e teus amigos.
Mas, prometo filha, hoje não vou chorar, não quero te deixar triste.

Desejo do fundo da alma que sejas feliz na tua nova morada junto dos anjos, e que hoje tenha uma festa linda no Céu para ti... que estejas em plena paz, envolvida pela luz e pelo amor de Jesus, hoje e sempre!

Receba as nossas vibrações positivas para que o teu espírito se eleve e sinta o abraço apertado com muito carinho da tua saudosa mamis... e o meu eterno amor por ti, minha filha!                                                     

                                                             Feliz aniversário, meu amor!

video


Thais, minha filha, te carrego sempre comigo... onde quer que eu esteja, estás sempre no meu pensamento e no meu coração.

Vieste, e tão cedo te foste... mas, deixaste comigo algo infinitamente maior que tua ausência.
Me ensinaste a ser mãe...

Me ensinaste a amar incondicionalmente...

E o teu amor me faz forte e me ajuda a suportar a dor e as aflições que eu julgava insuportáveis.

És minha luz... a luz que me guia, a luz que me ajuda a prosseguir, a luz que ilumina meus dias e seca minhas lágrimas.

Estejas onde estiver, meu amor te alcança... e quando a saudade aperta, procuro te sentir no vento que sopra, no brilho das estrelas, no perfume das flores, no calor dos raios de sol, na brisa de cada manhã, no cantar dos pássaros, no azul do céu, no sublime...

Esse é o grande desafio da minha vida, sentir o amor em sua plenitude... amar sem ver, sem tocar... apenas sentindo o amor supremo e absoluto... o AMOR de coração e alma. 

Temos um pacto de amor eterno... Afinal, o AMOR é muito maior que a morte.

Minha filha querida... és um anjo, e anjos não morrem, apenas voam para o Céu.


Minha Thais, minha filhota, minha linda...
Te amo demais... a cada dia mais... PARA SEMPRE!!!
                                               
                                             Tua mamis


Vídeo criado por mim
Música: Como é grande o meu amor por você - Roberto Carlos 




                                                                          Imagem criada por mim - Ilca, 
                                                                                                      colaborando por uma blogosfera ética.

sábado, 19 de novembro de 2011

Caminhar é preciso...


Iniciar uma caminhada é sempre um grande desafio. Nem sempre conhecemos o "terreno" a ser percorrido. Nem sempre percorremos por livre e espontânea vontade e nem sempre estamos preparados, embora tenhamos consciência de que CAMINHAR É PRECISO...

Para seguir a Jesus Ele nos impõe uma condição: negar-se a si mesmo e carregar a cruz de cada dia. "Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, tome cada dia sua cruz e siga-me" (Lc 14,27).

Seguir Jesus é abandonar-se totalmente, independente do que nos espera. É vivenciar um amor incondicional.

No caminho percorrido por todos que têm filhos no Céu, encontramos a dor em diversas formas: saudade, tristeza, vazio, limitação, mas também somos convidados a viver intensamente o amor de Deus, independentemente se entendemos ou não seus mistérios em nossas vidas.

Há momentos que percebemos nossas forças vacilarem. Somos humanos e limitados, mas o certo é que esse "novo caminho" nos transforma. A cada dia somos "trabalhados", preparados, capacitados, caso contrário não teríamos sequer condições de dar um passo à frente. Contamos constantemente com a misericórdia de Deus.

Fazer sua vontade às vezes nos custa muito. Requer de nós uma confiança infinita, "um lançar-se às águas mais profundas" para que nosso sofrimento seja transformado em frutos para a vida eterna. Só aos olhos da fé é possível seguir.

A FÉ nos dá a CORAGEM que tanto precisamos para persistir. Ela nos traz a PAZ, fonte geradora de equilíbrio e de confiança. E confiar em Deus é viver seu mistério amoroso!

Sua presença, e a presença dos nossos filhos ao nosso lado, acalma a alma e nos dá a certeza de que sozinhos jamais caminharemos.

Percorrer esse caminho é abandonar-se fielmente nos braços de Deus.

Que Ele nos capacite e nos revista de sua amorosa presença.
Que nossos filhos que estão no Céu intercedam por nós! Amém!


Por Regina Araújo, mãe de um anjo que está no Céu.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

SAUDADES...

Este vídeo criei para homenagear a minha querida Thais, a linda música de Marisa Monte expressa a imensa saudade que ela deixou no meu coração!

                                                            SAUDADES...

Filha, os meus dias são tristes e vazios sem ti!
Partiste e me deixaste aqui com tantas saudades...
Saudade que dói... Saudade que me faz chorar!!

                                          TE AMO!!!

video

                          "A saudade  é um lago transparente a refletir sempre
                                                 a imagem da minha THAIS ausente."


Sintomas de saudade

Eu só quero que você saiba
Que estou pensando em você
Agora e sempre mais
Eu só quero que você ouça
A canção que eu fiz pra dizer
Que eu te adoro cada vez mais
E que eu te quero sempre em paz

Tô com sintomas de saudade
Tô pensando em você
E como eu te quero tanto bem
Aonde for não quero dor
Eu tomo conta de você
Mas te quero livre também
Como o tempo vai e o vento vem

Eu só quero que você caiba
No meu colo
Porque eu te adoro cada vez mais
Eu só quero que você siga
Para onde quiser
Que eu não vou ficar muito atrás

Tô com sintomas de saudade
Tô pensando em você
E como eu te quero tanto bem
Aonde for não quero dor
Eu tomo conta de você
Mas te quero livre também
Como o tempo vai e o vento vem

Eu só quero que você saiba
Que estou pensando em você
Mas te quero livre também
Como o tempo vai e o vento vem
E que eu te quero livre também
Como o tempo vai e o vento vem


Marisa Monte era uma das cantoras favoritas da minha filha, ela não perdia por nada um show seu, e gostava de cantar suas músicas, inclusive esta.
Thais amava cantar, fez técnica vocal e cantar era seu hobby, sua voz era forte, linda!... e ouví-la, era para mim, sempre uma grande emoção!
Gosto demais dessa música, tanto, que a coloquei no meu celular.

Quantas lembranças, filha querida!
Quanta saudade!
Te amo... te amo, meu anjo de luz!


Meu vídeo: Sintomas de saudade - Marisa Monte.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

4ª Psicografia da minha Thais

Esta linda carta da minha amada filha recebi no dia 17/09/2011, em São Paulo-SP, pelas mãos do querido médium Rogério H. Leite.


Mãezinha Ilca

Me abraça mãe, aceita-me de encontro aos teus braços através das linhas que te escrevo com as tintas da saudade e da emoção que me envolve no momento.
Aqui estou pensando alto ao lado do sensitivo que busca rastrear meus pensamentos e emoções.
Agradeçamos a Jesus por nos permitir este contato tão gratificante, onde podemos asserenar os nossos corações juntos.
Como sabemos já tive acesso a escrita através do sensitivo no sul, a ele sejamos gratas, rogando a Jesus que o fortaleça sempre. Lembremos que ele nos auxiliou muito nos primeiros tempos de distanciamento físico, ah se não fora  a sua atenção e as cartinhas que pude te enviar mãe através dos recursos da boa vontade daquele que se fez nosso amigo e nosso irmão.
O tempo passa mãe querida, sei que não leva para longe as nossas saudades porque elas nos pertencem, os benfeitores amigos dizem que a saudade é o metro do amor, perdoe por tocar novamente neste assunto, que os nossos corações alcancem a paz que tanto precisamos.
Recordo aqui o momento do acidente, e como sabemos o choque inevitável dos veículos e a tua filha transferida para o céu, transferindo comigo para este lado o melhor do que pude aprender contigo, a capacidade de amar sem exigir retorno, a capacidade de perdoar sempre, e o afeto que nos une mais estreitamente do que tu podes imaginar.
Ah! mãe te amo tanto, tu não sabes do quanto a tua Thais está vinculada ao teu coração querido.
Sempre que posso à visito mãezinha, tu sabes disso, especialmente quando a tua mente pensa em mim com maior regularidade e os teus olhos brilham feito duas estrelinhas, posso até ler os teus pensamentos.
"Um dia estaremos juntas mãe". Não sejamos tristes, Deus nos permitiu que nos encontrássemos nesta existência.
Regressei mais cedo mãe e aqui tenho me esforçado bastante para obter o mérito de recebê-la de volta em meus braços quando for o teu momento. O momento aprazado por Deus.
O Padre Justiniano presente ao meu lado afirma que os acidentes e as aparentes tragédias principalmente aquelas não provocadas pela imprudência não ocorreriam sem um propósito superior, que no momento não estamos preparados para assimilar.
Eu te amo mãe e estou muito agradecida por teres vindo do Rio Grande do Sul em busca do pouco que posso te oferecer nesta reunião tão concorrida.
Agradecendo as companhias carinhosas que estiveram ao teu lado neste encontro.
Beijando aqui o coração do nosso Thiago e o coração de todos que de mim se recordam com saudades.
Desejo ser lembrada como a Thais, a filha da dona Ilca.
Receba nesta tarde mãezinha um ramalhete de flores espirituais orvalhadas pelas lágrimas de gratidão da filha sempre tua.
Tu sabes que esta não será a última carta que haverei de te escrever com anuência dos Benfeitores amigos.
Beija o mano por mim.
Sempre a tua

                       Thais

Thais Santos de Albuquerque

PS: A assinatura na mensagem escrita pelo médium está com o coraçãozinho no pingo do i como ela costumava usar em cartões e mensagens.


Obrigada meu Deus por mais essa benção!
Obrigada Thais por esta maravilhosa prova de amor por nós.

Te amamos... minha filha, minha vida!

Breve nos reencontraremos, meu verdadeiro e eterno amor!
Beijos... saudades sem fim!

domingo, 23 de outubro de 2011

A Luz da vida eterna..!!


Quando a saudade apertar seu peito e a revolta surgir ante a aparente perda da pessoa amada... pensa naqueles que ficaram na Terra.

Dê um abraço apertado naqueles que estão com você na jornada da vida.

A separação através do desencarne é temporária.

Aqueles que foram precisam da sua paz, da saudade sem apego, do seu amor sem egoísmo para continuar a jornada em busca da evolução.

Quando sentir vontade de tocar aquele que se foi, dê um abraço bem apertado na pessoa querida que anseia por uma palavra amiga, por um beijo seu e pelo seu afeto.

O amor alivia a saudade e a fraternidade nos eleva até Deus.

Não existe a separação, nem a distância e nem o tempo.

Aquela pessoa querida que partiu para outra dimensão sentirá seu carinho, seu pensamento de luz e de amor.

O amor caminha através da energia do pensamento.

A ilusão é que nos faz acreditar que estamos separados de quem amamos...

O que nos separa de quem amamos é o desespero, a revolta e a falta de fé. É perturbação e desalento na alma daqueles que esperam de você, superação e força.

Deus é bom, e o verdadeiro amor une todas as pessoas sem fronteiras.

Fortalece a fé e espera trabalhando, amando e perdoando, o dia em que reencontraremos aqueles que amamos.

Mesmo na Terra, através do sono, do amor, da mediunidade, Deus faz o correio do além e, assim, reunimos forças para continuar vivendo e trabalhando...

Não existe separação para os corações que se amam...

Pense nisso...

A Luz da vida eterna é a certeza do reencontro. O amor é a estrada que une os espíritos na caminhada do Bem!


Psicografia de Auta de Souza.

sábado, 15 de outubro de 2011

Inexplicável dor...


Não tenho a intenção de escrever sobre as dores de quem passa pela perda de um filho, até porque é uma dor única, indescritível, inexplicável. Cada um sabe o tamanho de sua dor. No entanto, a intenção é contribuir através de uma rápida reflexão.

Perder alguém não é fácil, principalmente se esse alguém é nosso(a) filho(a).
Seja lá como essa perda aconteceu, seja ela de causa natural ou não. Seja jovem ou mais velho, sadio ou doente, isso não importa.
Perder sempre é dolorido demais.

Não temos respostas, até porque as que temos são insuficientes ou incapazes de aliviar essa dor.
O tempo não mata a saudade, não diminui as distâncias, mas nos faz reorganizar sozinhos, quase sempre, aquele momento que para nós era o fim.

Queremos entender o porquê. Tentamos buscar explicações que nos aliviem. Tentamos compreender o que aconteceu. Diante de tantas perguntas, nenhuma resposta.
De imediato, nada faz sentido.
Passam-se os dias, as semanas, muitas noites mal dormidas, o silêncio interminável, a dor que transpassa nossa alma, aquela vontade de se ter um sinal.

É um caminho a ser percorrido. Apenas podemos optar a percorrê-lo com fé, confiança em Deus ou simplesmente optamos por nos render e aí, nada mais faz sentido.
Os familiares são importantes. Os amigos também. Eles sempre são importantes. Mesmo o silêncio, o abraço, a companhia, um olhar apenas faz muita diferença nesse momento.

O importante, embora a gente sinta vontade de fazer, é não se isolar. Não se isolar significa que às vezes podemos ficar sozinhos, mas que não devemos nos afastar dos outros, da vida. O isolamento é prejudicial. É um salto para a depressão, a angústia sem fim.

Poder falar sobre a perda faz toda a diferença. É importante estar ao lado de pessoas que possam nos ouvir. Em certos momentos, basta nos ouvir.

Ter fé faz toda a diferença, porque vivemos dela, e é por ela que continuamos nossa jornada. Sem fé nada faz sentido. Sem fé tudo parece ter terminado sem explicação. Mas sabemos que não é assim. Somos seres dotados de uma força interior vinda do coração do nosso Criador, nosso Deus. É Ele, pela fé que acalma o coração e nos impulsiona a seguir, certos de que no Céu um dia nosso(a) filho(a) vamos reencontrar.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!


Autor: Regina Araújo

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

A Esperança Viva !!!

Meu nome é Esperança...
Sorrio para você desde a sua entrada na vida...
Sigo-lhe os passos e não o deixo senão nos mundos
onde se realizam as promessas de felicidade,
incessantemente murmuradas aos seus ouvidos.

Sou sua fiel amiga. Não repila minhas inspirações...
Eu sou a Esperança.
Sou eu que canto através do rouxinol e que solto aos ecos das florestas
essas notas lamentosas e cadenciadas que lhe fazem sonhar com o Céu...

Sou eu que inspiro à andorinha o desejo de aquecer seus amores
no abrigo seguro da sua morada...
Brinco na brisa ligeira que acaricia os seus cabelos e espalho aos seus pés o suave perfume das flores dos canteiros... e você quase não pensa nessa amiga tão devotada!

Não me despreze: sou a Esperança!

Tomo todas as formas para me aproximar de você...
Sou a estrela que brilha no azul e o quente raio de sol que o vivifica...
Embalo as suas noites com sonhos ridentes e expulso para longe
as negras preocupações e os pensamentos sombrios.

Guio seus passos para o caminho da virtude e o acompanho nas visitas
aos pobres, aos aflitos,  aos maribundos e lhe inspiro palavras
afetuosas e consoladoras.
Não me esqueça...
Eu sou a Esperança!

Sou eu que, no inverno, faço crescer na casca dos carvalhos,
o musgo espesso com que os passarinhos fazem seus ninhos.
Sou eu que, na primavera, corôo a macieira e o pessegueiro de
flores rosas e brancas e as espalho sobre a terra como um
sopro celeste, que o faz aspirar a mundo mais felizes.

Estou com você, principalmente quando é pobre e sofredor,
e minha voz ressoa incessantemente aos seu ouvidos.
Não me despreze...
Eu sou a Esperança.
Não me repila, porque o anjo do desespero faz guerra encarniçada
e se esforça para, junto de você, tomar o meu lugar.

Nem sempre sou a mais forte.
E quando o desespero consegue me afastar, envolve-o com suas asas
fúnebres, desvia os seus pensamentos de Deus e o conduz ao suicídio.
Una-se a mim para afastar sua desastrosa influência e deixe-se
embalar docemente em meus braços...

Porque eu sou a Esperança...

Um dia, um Homem Sublime abandonou, por algum tempo, um jardim de
estrelas para nascer na Terra e depositar nas almas as gemas preciosas
da Esperança...
E, nestes dias de inquietação e desassossego, Ele continua sendo a
esperança que reergue os espíritos e a paz que penetra os corações.

Ainda hoje, o Mestre de Nazareh, é a grande esperança que se torna realidade.


( autor desconhecido ).

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Se você pensa que ela se foi...



A você que chora pela saudade
que ela deixou no coração...
A você que se pergunta, entre lágrimas:
Por que se foi?
                     Saiba que
                     Ela não foi...
Continua entre nós, de um jeito diferente.
Está viva, de um jeito diferente,
com certeza do jeito PERFEITO,
do jeito de Deus viver entre nós.

Não pergunte por que já foi, tão jovem...
Pergunte-se: por que veio?
Por que Deus nos teria dado esta pessoa?
O que ela veio fazer entre nós?

Ela veio porque tinha uma missão.
a missão de amar e ensinar a amar.
Foi um raio de luz, uma mensagem de Deus.
               Veio e foi...
Mas sua passagem tão breve
Deixou tanto BEM, tanto AMOR
que hoje só podemos agradecer a Deus
por nos ter dado este presente...
A vida dela vivida conosco.

Deus, nosso Pai,
hoje sofremos a dor da saudade,
a dor de não poder mais abraçar este anjo de luz.
Mas, mesmo entre lágrimas,
nós te agradecemos.
Obrigada por nos ter permitido viver
com esta pessoa tão especial.
Obrigada pelo tempo que passou conosco.

Dá-nos hoje a generosidade de devolvê-la a Ti.
Toma-a Senhor, agora ela é tua, inteiramente tua,
embora, continue nossa também.
Que ela seja um anjo entre nós e Ti;
A mensageira a levar nossa oração
ao teu coração de Pai. Amém!


Autor: Ir. Marilda Conti
           
               * * *

Minha filhota querida...
Faz hoje, um ano e quatro meses que partiste... e de muita, muita saudade.
Quero, que onde estiver, estejas feliz e na paz, cumprindo tua missão e evoluindo no mundo espiritual, ao lado de Deus!
Filha, tu és agora o meu anjo, minha força, minha luz, és a minha estrela guia, a mais linda estrela que brilha no céu, e o teu brilho jamais será ofuscado, ele é a luz que ilumina nossas vidas!

Obrigada Thais, pelo tempo que estiveste ao meu lado, pelos momentos tão felizes que vivemos juntas, pelo teu amor.
Muito obrigada por tudo, minha linda... e por eu ser hoje, uma pessoa melhor.
Te amo muito... e para sempre!!!

Tua mami

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Fé é Luz !


Fé é a LUZ que acendemos e essa ninguém apaga!
Ela nos ilumina quando decidimos,
que na nossa Vida só há lugar para o Bem.

Ter Fé é saber que no nosso coração
o escuro do mal jamais poderá vencer,
e que a sua Luz sempre espantará a escuridão.

A Fé nos traz a paz e a segurança
porque é gerada pelo nosso Deus interior,
e esse lugar onde Ele mora ninguém pode invadir
nem desligar nossos luminosos sonhos!

Fé não é alguma coisa que podemos pagar ou governar:
Ela se acende quando decidimos acreditar!

Fé é o aparelho que só nós podemos ligar ou desligar.
Está em nosso interior profundamente instalada,
apenas e tão somente sob nosso controle.

Fé é usarmos nossa própria energia,
confiantes o suficiente para ter a certeza,
de que pouco importa o que venha acontecer.

É saber que, venha o que vier, Deus está no controle,
e estaremos sempre prontos e fortes para receber.

E seja o que Deus quiser!


( DESCONHEÇO AUTORIA ).

domingo, 11 de setembro de 2011

Prece Irlandesa


Minha filha...

Que o caminho seja brando a teus pés,
Que as gotas da chuva molhem suavemente o teu rosto,
Que o vento suave refresque teu espírito,
Que o sol ilumine teu coração...
Que as tarefas do dia não sejam um peso nos teus ombros,
E que Deus te envolva no manto do Seu amor.
Que a estrada se abra à tua frente...
Que o vento sopre levemente em tuas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em tua face,
Que as chuvas caiam serenas em teus campos.
E até que nos encontremos de novo...
Que Deus te guarde na palma de Sua mão!

domingo, 4 de setembro de 2011

Quando tudo parece perdido...



Quando tudo parece perdido e a esperança desaparece, procure por mim, estou a teu lado, embora não me vejas.
Quando as lágrimas insistirem em cair dos teus olhos, lembra do sangue que derramei, para que fosses feliz.

Quando o desejo de morrer, tomar conta do teu ser, lembra que tua morte será em vão...
Eu morri para salvar os homens, e mesmo assim não consegui.
Eu tenho meu tempo, eu sou dono da vida e da morte, e só morrerás em meu tempo.

Quando tudo parecer breu, os desamores, as descrenças, as desesperanças, insistirem em tomar conta de teu coração, me busca, nunca abandonei quem de mim precisa, e não serás tu, que confias em mim, que deixarei desamparada(o).
Vamos, coloque um sorriso neste rosto... erga a cabeça e siga em frente, logo, logo, sentirás minha presença e tudo se resolverá.

Tristezas não cabem em meu Mundo, e se te provo em coisas da Vida, é porque sei, tens força suficiente para enfrentá-las.
Eu sou Teu Deus!
Jamais te abandonarei... portanto filha(o), espera e confia... em meu tempo... tudo resolverei.
Entrega-te a mim, sem medo...

Pai nenhum deste mundo, abandona um filho, aceite então as provações a que te submeto, estas só servirão, para engrandecer teu espírito, e te tornares mensageira(o) de minhas palavras, e de meus atos em tua vida.
Serás testemunha viva do meu poder e do meu amor.
Por aqueles que confiam em mim!

"Eu sou a luz do mundo, aquele que Me segue jamais andará nas trevas."

EU TE AMO!

Jesus Cristo


(desconheço autoria).

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Não há Morte..!!


Depois que partiram do círculo carnal aqueles a quem amamos, temos a impressão de que a vida perdeu a sua finalidade.

As horas ficaram vazias, enquanto uma angústia que nos dilacera e um desespero que mina as nossas energias se fazem constantes nos nossos momentos de demorada agonia.
Estiveram ao nosso lado como bênçãos de Deus, clareando o nosso mundo de alegrias com as luzes de suas presenças e não pensávamos, não nos permitíamos acreditar na possibilidade de que eles pudessem nos preceder na viagem de retorno.

Cessados os primeiros instantes do impacto que a realidade nos impõe, relembramos as horas de alegria enquanto as lágrimas correm incessantes, sem confortar-nos, como se carregassem ácido que nos queima a face, mas não diminuindo a ardência da saudade...
Ante essa situação, o futuro nos desdobra sombrio, ameaçador, e interrogamos como será possível prosseguir sem eles.
O nosso coração bate destroçado e a nossa dor moral se transforma em punhalada física, como a lâmina a revolver a ferida.

Tememos não suportar tão cruel sofrimento. Conseguiremos, porém, superá-lo.
Muito justas, sim, nossas saudades e sofrimentos.
Não, porém, a ponto de levar-nos ao desequilíbrio, à morte da esperança, à revolta...

Os seres a quem amamos e que morreram, não se consumiram, não acabaram. Eles sobreviveram.
A vida seria uma farsa, se terminasse ante o sopro desagregador da morte que passa.
A vida se manifesta, se desenvolve em infinitos matizes e incontáveis expressões. A forma se modifica e se estrutura, se agrega e se decompõe passando de uma para outra expressão vibratória sem que a energia que a vitaliza dependa das circunstâncias transitórias em que se exterioriza.

Não estão, portanto, mortos, no sentido de destruídos, os que transitaram ao nosso lado e se transferiram de domicílio.
Prosseguem vivendo aqueles a quem amamos. Aguardemos um pouco, orando. A prece nos clareia a alma e os envolvem no rumo por onde seguem.
Não nos debilitemos mentalmente com altas doses de mágoas, com interrogações impressionantes, passando-lhes fortes aflições.

Esforcemo-nos por encontrar a resignação.

O amor vence, quando verdadeiro, qualquer distância e é ponte entre abismos, encurtando caminhos.
Da mesma forma que desejamos voltar a sentí-los, a falar-lhes, a ouvir-lhes, eles também assim o desejam.
Necessitam, porém, evoluir, tanto quanto nós mesmos.

Se nos prendemos a eles demoradamente ou os encarceramos no egoísmo, desejando continuar uma etapa que ora se encerrou, não os ajudaremos, porque estarão na retaguarda.
Libertando-os, eles prosseguirão conosco, nos prepararão o reencontro, e nos aguardarão.
Façamo-nos dignos deles, da sua confiança, e cheios de amor enriqueçamos outras vidas em memória deles, por afeição a eles.

Não pensemos mais em termos de "adeus", e sim, em expressões de "até logo mais".

Todos os homens na Terra são chamados a esse testemunho, o da temporária despedida. Consideremos portanto, a imperiosa necessidade de pensar nessa reflexão sobre a morte, com que nos armará, desde já, para o retorno, ou para enfrentarmos em paz a partida dos nossos amores...

Quanto àqueles que vimos partir, de quem sofremos saudades infinitas e impreenchíveis vazios no sentimento, vamos entregá-los a Deus, confiando-os e confiando-nos ao Pai, na certeza de que, se soubermos abrir a alma para a esperança e a fé, conseguiremos sentí-los, ouví-los, deles haurindo a confortadora energia com que nos fortaleceremos até ao instante da união sem dor, sem sombra, sem separação pelos caminhos do tempo sem fim, no amanhã venturoso.


Texto de Joanna de Ângelis (Espírito)- Psicografado por Divaldo P. Franco

* * *
Hoje, um ano e três meses sem a minha Thais... Que Deus te proteja, minha filha! 
Saudades... te amo, meu anjo de luz!

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Os limites de cada um de nós...

  "OS QUE CONFIAM NO SENHOR RENOVARÃO SUAS FORÇAS... COMO ÁGUIAS."


As pessoas julgam as forças umas das outras baseando-se naquilo que elas mesmas são capazes de suportar.
Poucos se dão conta que cada um de nós tem um limite e que este não pode ser comparado com o de mais ninguém.

Uns suportam mais heroicamente o sofrimento, outros se entregam e morrem devagarinho como se o mundo tivesse acabado. E a um e a outro Deus criou.

Somos infinitamente mais capazes do que pensamos, mas enquanto ignoramos essa verdade, somos o que somos sem sermos mais ou menos que ninguém.

Classificar alguém de fraco por que este não suporta a dor física, moral ou emocional, é cometer uma grande injustiça, pois cada um vai até onde seus limites permitem e é devagarinho que as pessoas vão descobrindo que as asperezas da vida nos tornam pouco a pouco mais fortes e resistentes.

Seguimos até onde devemos seguir e quando cremos que as forças nos abandonam é que o Senhor nos pega nos braços e nos ensina a voar. Vemos então horizontes que não podíamos alcançar com nossa visão plana e geralmente direcionada àquilo que nos fazia tanto mal.

Somos o que somos sim e que ninguém nos diga pequenos e falhos! Alcançamos tudo o que está ao alcance das nossas mãos e o mais o Senhor nos dá através da nossa fé, que, mesmo limitada, nos torna seres ilimitados.

Letícia Thompson


Meu Deus, como está difícil caminhar sem a minha filha querida, minha vida sem ela, realmente não está sendo fácil continuar.
O tempo não atenua a saudade, pelo contrário, na medida que os dias passam, esta imensa dor invade cada vez mais o meu peito, aperta mais o meu coração.
Senhor, não me desampara, segura forte a minha mão, não me deixa cair... renova a cada dia minhas forças e a minha fé!
Pai, eu confio em Vós!

Filha, que o teu caminho junto dos anjos seja sempre florido e iluminado pela infinita bondade e amor de Deus.
Estou morrendo de saudade, minha linda!
Te amo... te amo e te amarei por toda a eternidade, minha filhinha amada!!! 


       "Os que confiam no Senhor renovarão as suas forças. Subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão; caminharão e não se fatigarão." Isaías 40:31

domingo, 14 de agosto de 2011

Invisíveis, mas não ausentes!

Esta maravilhosa mensagem que deixo aqui hoje, foi o último e-mail que enviei para a minha querida filha, um dia antes de sua partida para a Espiritualidade, e essa triste coincidência me marcou profundamente.

                                                    "A VIDA DEPOIS DA VIDA"

Quando morreu, no século XIX, Victor Hugo arrastou nada menos que dois milhões de acompanhantes em seu cortejo fúnebre, em plena Paris.
Lutador das causas sociais, defensor dos oprimidos, divulgador do ensino e da educação, o genial liberato deixou textos inéditos que, por sua vontade, somente foram publicados após a sua morte.
Um deles fala exatamente do homem e da Imortalidade e se traduz mais ou menos nas seguintes palavras:

A morte não é o fim de tudo.
Ela não é senão o fim de uma coisa e o começo de outra.
Na morte o homem acaba, e a alma começa.

Que digam esses que atravessan a hora fúnebre, a última alegria, a primeira do luto. Digam se não é verdade, que ainda há ali alguém, e que não acabou tudo?

Eu sou uma alma. Bem sinto que o que darei ao túmulo não é o meu eu, o meu ser. O que constitui o meu eu, irá além.

O homem é um prisioneiro. O prisioneiro escala penosamente os muros da sua masmorra, coloca o pé em todas as saliências e sobe até ao respiradouro.

Aí, olha, distingue ao longe a campina, aspira o ar livre, vê a luz.

Assim é o homem. O prisioneiro não duvida que encontrará a claridade do dia, a liberdade. Como pode o homem duvidar se vai encontrar a eternidade à sua saída?
Por que não possuirá ele um corpo sutil, etéreo, de que o nosso corpo humano não pode ser senão um esboço grosseiro?

A alma tem sede do absoluto e o absoluto não é deste mundo. É por demais pesado para esta Terra.
O mundo luminoso é o mundo invisível. O mundo do luminoso é o que não vemos. Os nossos olhos carnais só veem a noite.

A morte é uma mudança de vestimenta. A alma, que estava vestida de sombra, vai ser vestida de luz.
Na morte o homem fica sendo imortal. A vida é o poder que tem o corpo de manter a alma sobre a Terra, pelo peso que faz nela.

A morte é uma continuação. Para além das sombras, estende-se o brilho da eternidade.
As almas passam de uma esfera para outra, tornam-se cada vez mais luz, aproximam-se cada vez mais e mais de Deus.

O ponto de reunião é no infinito.

Aquele que dorme e desperta, desperta e vê que é homem.
Aquele que é vivo e morre, desperta e vê que é Espírito.

                                                   * * *

Muitos consideram que a morte de uma pessoa amada é verdadeira desgraça, quando, em verdade, morrer não é finar-se nem consumir-se, mas libertar-se.
Assim, diante dos que partiram na direção da morte, assuma o compromisso de preparar-se para o reencontro com eles na vida espiritual.
Prossiga em sua jornada na Terra sem adiar as realizações superiores que lhe competem, pois elas serão valiosas, quando você fizer a grande viagem, rumo à madrugada classificadora da eternidade.

                          
Redação do Momento Espírita, a partir do cap. Palavras do
autor e cap. A França chora seu maior poeta, do livro
Victor Hugo e seus fantasmas, de Eduardo Carvalho Monteiro
ed. Eme - em 29/03/2010.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Oração da Saudade!

Hoje quero compartilhar com todos vocês essa oração... é linda!
Faça também pelo seu ente querido que partiu.



Oh, Deus!
Senhor Meu Pai de misericórdia e amor, ouvi-me!
Bem sei que esta vida é passageira e que aqui estamos para evoluir e alcançar bençãos no aprendizado espiritual.
Mas Pai, quando me lembro da minha filha amada que se foi, meus olhos se enchem de lágrimas, meu peito se enche de dor e saudade!
A cada momento, recordo-me desta minha companheira de jornada que muito significou para mim nesta vida.
Perdoai-me Pai, minha fraqueza.
Ainda muito me falta para vencer o vazio que sinto na alma com esta separação.
Tento, Senhor, lembrar-me de Tua Santíssima Mãe aos pés da cruz banhada em lágrimas e tristeza, vendo Seu Amado Filho partir, deixando a encarnação!
Lembro-me Senhor de Ti, que nos ensinou com Teu sacrifício na cruz, quão passageiras são as desventuras e dores humanas diante da vida eterna que Deus Pai nos oferece!
Senhor, fortalece em mim a vontade de vencer, enche-me de Tua esperança, ensina-me a ter resignação e desprendimento necessário para minha elevação espiritual.
Faz-me Senhor, compreender que o encontro final na nossa morada espiritual é a verdadeira vida!
Creio Senhor, que ouves minha prece!
Perdoa minha revolta, sei que compreendes.
Espero em Ti encontrar o exemplo para vencer esta fase.
Que Tua benção e Tua luz encham minha alma neste momento.
Assim seja!

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Se você me ama, não chore...



Se você conhecesse o mistério insondável do céu onde me encontro...

Se você pudesse ver e sentir o que eu sinto e vejo nesses horizontes sem fim, e nesta luz que tudo alcança e penetra...

Você jamais choraria por mim.

Estou agora absorvida pelo encanto de Deus, pelas suas expressões de infinita beleza.
Em confronto com esta nova vida, as coisas do tempo passado são pequenas e insignificantes.

Conservo ainda todo o meu afeto por você e uma ternura que jamais lhe pude, em verdade revelar.
Amamamo-nos ternamente em vida, mas tudo era então muito fugaz e limitado.
Vivo na serena expectativa de sua chegada, um dia... entre nós.

Pense em mim assim: nas suas lutas, pense nesta maravilhosa morada onde não existe a morte e onde, juntos, viveremos no enlevo mais puro e mais intenso, junto a fonte inesgotável da alegria e do amor.

Se você verdadeiramente me ama, não chore mais por mim.

                                                    "EU ESTOU EM PAZ"



(Autor desconhecido)                         (clique na foto para ampliar)

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Saudades!

                                                                   (imagem usada da internet)
                                                                            

Nesse dia de hoje uma palavra fala mais forte que as outras: Saudade.

Quem é que não tem saudade de alguém que já se foi?
Que deixou a sua marca, o seu brilho em nossas vidas?

Ah, Saudade!...

Se você é uma pessoa de fé, não confunda saudade com tristeza.
Mas tenha certeza que não é a morte que interrompe o Amor, o Carinho e o Afeto.

Não chore por aquele que não está mais junto de ti, mas está junto de Deus.
Tenha lembranças do sorriso, da voz nos seu ouvidos, do momento de carinho e de ternura, dos momentos felizes que passaram e agradeça a Deus por Ele ter permitido que esta pessoa tenha brilhado na sua vida.

Tudo passa tão rápido aqui, que quando vemos, não dá nem mais tempo de dizer: "eu te amo", "você é especial pra mim", "que bom ter você ao meu lado"...
Tenha saudade sim, isso faz parte de nós.
Mas não se esqueça : tenha fé.
Pois para quem tem fé nunca é Adeus, é um "até logo".

(autor desconhecido).


Minha filhinha, não te esqueço um momento sequer da minha vida, a saudade se tornou minha companheira inseparável, nem o tempo será capaz de apagar essa dor da tua ausência. Mas, uma certeza carrego no coração, um dia iremos nos encontrar no Céu!

Até breve, meu amor, minha vida!
Saudades... saudades... saudades!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...