Dedico este blog à minha filha Thais, meu eterno amor, que partiu muito cedo para um lindo lugar... no outro lado da vida ..!!!

Seguidores

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Feliz Ano Novo !!!



Amigos queridos!

Desejo-lhes, do fundo do meu coração, 
que a cada amanhecer do novo ano, 
raios de sol penetrem em sua alma, enchendo-a de paz
e da certeza de que a vida é feita sempre de esperança!
Pois a cada novo dia temos a chance, 
e a oportunidade de um recomeçar!
Que seus sonhos e ideais sejam realizados,
trazendo como presente a tão sonhada Felicidade!!!

Agradeço a cada um de vocês pela maravilhosa companhia durante o ano que está findando e espero que no próximo, estejamos novamente juntos, trilhando os caminhos do aprendizado do amor, da humildade e da caridade. Obrigada por seu carinho, seu apoio e, sobretudo, por sua amizade que tanto me faz feliz! Vocês são muito especiais para mim...

Um abençoado 2014 a todos!!!
Que não nos falte a fé... e a cada recomeço se renovem as nossas esperanças por dias melhores.

Beijo no coração, com amor e ternura!!
                                                             Ilca
                     

domingo, 15 de dezembro de 2013

Sou uma caminhante...


                                Sou uma caminhante na estrada do aprendizado do amor.
                                            Às vezes, exausta, eu paro um pouquinho.
                                                  Cuido das dores. Retomo o fôlego.
                                 Depois, levanto e, fascinada, enternecida pelo chamado,
                                                       e cheia de fé, eu prossigo...
                          Um passo e, mais outro e, mais outro e mais outro... incontáveis.
                            Sei de cor que não é fácil, mas sei também que é maravilhoso, 
                      olhar para o caminho percorrido e perceber o quanto a gente já avançou,
                                                    No nosso ritmo, do nosso jeito, 
                                                         um passo de cada vez...

                                                                    
                                                                                        Ana Jácomo


Amigos queridos,
Nem sempre a caminhada é fácil, mas seguir em frente é preciso...
a cada passo,
uma nova esperança!

Beijos de amor e luz!
                                   Ilca

                            
                                        *** ******** *** ******** *** ******** *** ******** ***

Estarei ausente por alguns dias, vou viajar, para estar ao lado de meu irmão que se encontra hospitalizado, mas pretendo retornar antes do final do ano, se Deus quiser!
Desejo a todos vocês um Feliz Natal, cheio de luz e amor! E que o aniversariante Jesus esteja sempre presente em nossas vidas!

Até a volta, amigos!

Um grande abraço.
                                    Com carinho! 

domingo, 8 de dezembro de 2013

A vida e seus desafios


A vida só é possível através dos desafios.
A vida só é possível quando você tem o bom tempo e o mau tempo, quando tem prazer e dor, inverno e verão, dia e noite. Quando você tem tristeza e alegria, desconforto e conforto.

A vida passa entre essas duas polaridades.

Movendo-se entre essas duas polaridades, você aprende a se equilibrar. Entre essas duas asas, você aprende a voar até a estrela mais distante.

As dificuldades sempre existem, são parte da vida. E é bom que existam, ou não haveria crescimento.

Dificuldades são desafios. Elas o incitam a trabalhar, a pensar, a descobrir meios de sobrepujá-las. O próprio esforço é essencial.

Assim, sempre tome as dificuldades como bênçãos. Sem dificuldades, estaríamos perdidos.
Dificuldades maiores virão, e isso significa que a existência está cuidando de você, está lhe dando mais desafios. E, quanto mais você os soluciona, maiores desafios estarão esperando por você.

As dificuldades desaparecem somente no último momento, mas esse último momento chega somente devido às dificuldades. Assim, nunca tome negativamente qualquer dificuldade.

Descubra algo positivo nela para o seu aprendizado. A mesma rocha que bloqueia o caminho poderá funcionar como um degrau. Se não houvesse uma rocha no caminho, você nunca se elevaria. E o próprio processo de ir acima dela, tornando-a um degrau, dá-lhe uma nova atitude de ser.

Quando você pensa criativamente sobre a vida, tudo é útil e tudo tem algo a lhe dar. Nada é sem sentido.

Osho

Meus amigos queridos,
Quero agradecer imensamente todo o carinho e as mensagens lindas deixadas no post anterior. Amei! E me comovi profundamente ao ler palavras tão ternas e amorosas de cada um de vocês... 
Um maravilhoso bálsamo para o meu coração! Obrigada pelas boas energias, pelo apoio constante e por eu poder compartilhar com vocês a minha emoção.
Deixo um beijo muito carinhoso a todos, e luzes de amor e paz em seus corações!
                                                                                                                          Ilca

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Feliz aniversário, querida filha!

                                                         (My Immortal - Evanescence)


Parabéns, Thais!!!
Ontem, dia 25, foi o teu aniversário, minha filha.Te dedico esta homenagem com todo o amor de minha alma. Essa música que tu amavas cantar marcou muito a minha vida e me emociona, sempre! Saudade da tua linda voz que, tantas vezes, encantou a todos que tiveram a oportunidade de ouvi-la.
Obrigada por tudo, minha filha!
Beijos de amor eterno, 

da tua mami.
Vídeo criado por mim
Música: My Immortal - Evanescence 


Meus amigos queridos, por motivo de força maior, ontem não foi possível postar, conforme prometi. Desculpem-me.

Beijos no coração.

                                     

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Olá amigos!

Amigos queridos,

Bom dia!!!

Aguardem meu post de hoje.
Uma homenagem especial para minha Thais.
Obrigada.

Abraços



domingo, 17 de novembro de 2013

A alma amadurece com os obstáculos


As dificuldades que a vida coloca em nosso caminho não são apenas obstáculos a serem eliminados, mas momentos fundamentais para que nossas potencialidades da alma se manifestem.

Vamos partir do princípio de que os "problemas" que encontramos ao longo da caminhada são soluções que nossa alma está procurando. Estamos aqui para conhecer mais sobre nós mesmos, e a pergunta que temos que fazer é: "O que eu tenho que aprender com isso?" Transformar os obstáculos em possibilidade de novos aprendizados, por si só, já amplia, dentro de nós, a força para vencermos.

Precisamos de limites, de oposições, de "tiranos" que nos fortaleçam, pois somente assim, conseguimos ir além, testar acertos ou erros de nossas convicções, e aprender a olhar no espelho dos outros o que em nós ainda não está muito bom. Atraímos para nossa vida tudo o que vai nos ajudar a crescer, o que vai liberar nosso potencial, nossas habilidades, nossos recursos internos que precisam ser utilizados. Há uma frase que diz: "Quando penso que já sei todas as respostas, vem a vida e muda as perguntas". Não podemos ficar estagnados, viver é aprender a se transformar, sempre. Se não saímos espontaneamente em busca de respostas, vamos encontrar situações que são novas perguntas.

O cavalo aprende a pular enfrentando os obstáculos.

Assim, as situações difíceis, as adversidades, as frustrações pequenas e grandes nos mostram o caminho. É uma forma diferente de olhar para os eventos da vida.

A bordo de um veleiro, não podemos decidir em que direção sopra o vento, mas podemos aprender a manobrar as velas e a usá-las para que nos levem no rumo certo. Assim é a vida: se nos entregamos a ela e nos deixamos levar, chegaremos ao lugar certo, onde poderemos aproveitar melhor o nosso potencial.

Reflexões do Dr. Leonard F. Verea - Médico psiquiatra.

Amigos queridos,

Boa semana !!!

Um grande beijo.

Ilca

Nunca desanime! Diante dos obstáculos, tenha uma atitude positiva.
Antes de tudo acredite! Acredite na sua força e entregue-se nas mãos de Deus!

domingo, 10 de novembro de 2013

Você está triste?


Muitas vezes, quando estamos tristes, também costumamos imaginar que a nossa tristeza é maior do que a tristeza de qualquer outra pessoa. Mas isso não é verdade. Muitas pessoas sentem-se tristes como você, e sobrevivem, e renascem, naquele lugar que existe do outro lado da tristeza. 

A tristeza é como a queda de uma cachoeira, se você a atravessa, existe um lugar mágico esperando por você do outro lado.

Faça da sua tristeza uma passagem para algo melhor. 
Pense nas lágrimas como um bálsamo que cura as feridas da alma, desfaça os nós da sua garganta e deixe que o aperto no seu peito escorra para fora de você.

Procure mudar essa sintonia a partir da aceitação e da suavidade que existe em você. E, se precisar, não tarde em buscar ajuda. Temos que agir no sentido de transformá-la.

Todo sofrimento e dor traz informações e sempre nos pede um tipo de transformação.
Se você for corajoso(a) o suficiente para ouvir o que a tristeza lhe diz, com certeza aprenderá muito e será capaz de atravessá-la e chegar nesse outro lugar... um lugar pleno de vida, alegria e amor!

Trecho de um texto de Patrícia Gebrim - Psicóloga e escritora
(com algumas modificações feitas por mim - Ilca).

Tenham uma ótima semana, meus amigos. Força e luz!
Beijos no coração.
                               Ilca

domingo, 3 de novembro de 2013

Ser sensível...


Ser sensível é possuir alma de criança, é acreditar...
É se emocionar ao ouvir o barulho do mar...
É conversar com os animais...

É sentir a pureza de uma flor e se envolver no seu perfume...
É ouvir o cantar dos pássaros e se transportar ao sonho...
É admirar a liberdade das borboletas, seu colorido e a suavidade de seu toque nas flores...

É ouvir o sussurro do vento falando de amor aos seus ouvidos...
É perceber na musicalidade da chuva, o sentido da vida...
É ver a tempestade, seus raios, trovões e vendavais, impondo limites à humanidade.

É entender que as negras nuvens passam, e logo ao amanhecer, nasce o Sol com seus raios multicoloridos nos mostrando que...
VALE A PENA VIVER!!!

Lya Luft

Amigos queridos,
Muito obrigada pelo constante carinho e presença.
Uma semana cheia de boas energias, amor e muita paz no coração!
Beijo enorme.
                      Ilca

domingo, 27 de outubro de 2013

O importante é a Travessia



Reflexão: Pensando na vida e na morte...

A melhor maneira de ganhar a vida é produzir a vida. Produção em todos os sentidos. Afinal, qual é a tua obra? O que você e eu deixaremos quando tivermos partido deste mundo? Todos sabemos que vamos morrer, mas muitos não fazem nada a respeito. Nós temos o grande privilégio de pensar nisso, porque os outros animais não pensam.

A morte é um fato, nós precisamos é pensar na vida, nos preocuparmos com ela. Porque a vida é muito curta para ser pequena. Para muitos a vida é desperdiçada, e no final ela ficou banal, pequena, morna, superficial e fútil. O resultado depende das decisões, das atitudes e das ações de cada um.

Já se perguntou que falta você faria se não existisse? Para fazer falta você precisa ser importante. Mas, ser importante não é ser famoso. Há importantes que não são famosos, e há famosos que não têm importância nenhuma. Esta é uma frase que devia ser lida e pensada, principalmente, pelos arrogantes. Não esqueça que quando o jogo de xadrez acaba, tanto o rei quanto o peão vão para dentro da mesma caixinha. No nosso caso, algumas caixinhas mais vistosas outras mais comuns, mas todos acabaremos lá.

Na verdade, morrer é ser esquecido. Enquanto alguém pegar um objeto que lhe pertenceu, rir de algo que você fez ou uma lágrima rolar diante de uma lembrança, você não morreu. Você vai continuar a viver naquilo que você fez. Vida é o espaço entre o nascimento e a morte. Nascimento que não dependeu de você e morte que você não conseguirá evitar. E o importante está ali no meio, a travessia que você construiu entre estes dois extremos.

E, como dizia Guimarães Rosa: "O importante não é a saída ou a chegada, é a travessia."

E como sempre estamos sendo chamados a refletir sobre a realidade da vida, é importante lembrar que ninguém pode voltar atrás e fazer um novo começo, mas pode começar agora e fazer um novo fim. E, como a vida para ter sentido precisa ser uma construção coletiva, cabe aqui reproduzir aquele ditado africano que diz: "se quiser ir apenas rápido... vá sozinho, mas se quiser ir também longe, vá com alguém."

Disse o professor Mário Sergio Cortella, em uma palestra que o mesmo proferiu, que em seu túmulo gostaria que escrevessem: "eu não estou aqui". Você estará naquilo que fez.

Trecho de uma crônica de Elio Migliorança.

Amigos queridos,
Uma semana iluminada a todos!!!
Beijos com todo meu carinho e gratidão.
                                                            Ilca


segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Que não nos falte fé e amor...


Que não nos faltem bons sentimentos.

Que nos falte egoísmo. Que nos sobre paciência.

Que sejamos capazes de enxergar algo bom em cada momento ruim que nos acontece.

Que não nos falte a esperança.

Que novos amigos cheguem.

Que os antigos sejam reencontrados.

Que cada caminho escolhido nos reserve boas surpresas.

Que cada sorriso de uma criança nos faça ter um bom dia e enxergar uma nova esperança.

Que cada um de nós saiba ouvir todo conselho dado por uma pessoa mais velha.

Que não nos falte vontade de sorrir.

Que sejamos leves.

Que sejamos livres de preconceitos.

Que nenhum  de nós se esqueça da força que possui.

Que não nos falte fé e amor.

Caio Fernando Abreu

Amigos queridos!
Que sua vida seja repleta de paz! Que o amor faça parte do seu dia a dia e que a fé seja sua companheira constante, é o que desejo a todos vocês.
Obrigada por visitarem meu espaço e pelos comentários carinhosos.
Beijos no coração.
                              Ilca

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Tempo...


O tempo pode ser nosso aliado ou nosso maior algoz, tudo dependerá da forma como vamos lidar com ele. Não adianta lutarmos contra o tempo e devemos entender que o passar das horas nos leva a uma profunda reflexão sobre quem somos e para onde desejamos prosseguir. Mesmo que em determinados momentos de nossa vida desejemos parar e dar um basta em tudo, por revolta ou apenas por comodismo, não devemos esquecer que o tempo prossegue nos levando de encontro ao nosso destino mesmo contra nossa vontade.

Não há nada que possamos fazer para que o tempo volte atrás e, desta forma, só nos resta aproveitar cada minuto que temos a favor de nosso crescimento intelectual e espiritual, para que não sejamos engolidos pela inércia. Não podemos deixar que aquela sensação de incapacidade tome conta de nossa alma perante os desafios impostos pela nossa necessidade de amadurecimento, pois desta forma o tempo se tornará um medicamento muito amargo a nos acompanhar.

Perante as grandes tragédias que abalam a nossa jornada terrena, devemos compreender que temos a opção de nos sentar à beira do caminho e chorar nossas derrotas e nossas perdas ou quem sabe enxugar as lágrimas e entender que tudo o que acontece, de certa forma, está escrito e faz parte de um plano maior, onde o grande Criador está tentando nos ensinar que, independente de nossa escolha, o tempo não será paralisado simplesmente para aguardar nossa decisão.

Se decidirmos por uma vida repleta de sofrimento e autoflagelação, certamente, o tempo será nosso maior inimigo, nos lembrando a cada segundo que somos incapazes de lidar com as provações impostas naturalmente em nosso caminho e devemos aprender a olhar para aqueles que nos cercam, pois todos os nossos irmãos de jornada também são merecedores de dificuldades e aflições em sua caminhada.

Portanto, quando for surpreendido pelas difíceis provações, cure suas feridas e siga em frente sempre, pois nossa caminhada rumo à verdadeira sabedoria necessita de força, resignação e coragem e, somente assim, o tempo será nosso aliado e nosso melhor amigo, nos lembrando que muitas oportunidades postas em nossa jornada são únicas, e repletas de mensagens a serem decifradas pela nossa alma.

Por Affonso Celso Gonçalves Jr.

Meus amigos queridos,
Tenham uma semana maravilhosa!
Abraços com carinho e muita paz!!!
                                                      Ilca 
 

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Viver e Morrer


Duas certezas contraditórias que marcam nossa existência é o "viver é morrer" e o "morrer é viver".

Olhamos o mundo com a certeza da transitoriedade e, ao mesmo tempo, a fé na eternidade.
Se por um lado reconhecemos nossa finitude, o limite natural marcado pela existência breve, por outro lado fica a certeza de uma vida além desta, aberta para a eternidade contida numa promessa de vida, que nos faz ser mais do que seres definitivamente limitados.

Vemos o tempo ir embora com uma rapidez surpreendente. O tempo deixa suas marcas em experiências vividas; tristes ou felizes, ali estão elas, carimbadas em nosso Ser.
Vemos o tempo fugir escapando por entre os dedos e só percebemos quando o espelho denuncia as marcas deixadas pelo tempo.

Viver e morrer constitui duas faces de uma mesma realidade, a vida. Uma não existe sem a outra.

A morte é o limite da existência. É também o grande exercício da nossa fé. Ou cremos numa vida eterna que jamais se acabará ou de nada vale nossa fé.
É por isso que minha prece incessante é, há muito tempo, a mesma. Que possamos apenas crer, independente das circunstâncias, independente do sofrimento, independente da saudade. Que possamos crer cada vez mais em Deus, Criador e Senhor da nossa vida.

Que Ele, somente Ele tenha o domínio, o controle e a direção da nossa vida.
Que nossa vida possa ser inteiramente vivida num abandono total na fé e esperança, no reencontro com nossos entes amados que nos precederam na eternidade.

Que a saudade seja um alimento da nossa fé; uma força que nos impulsione a caminhar ao encontro de Jesus em seu Reino, onde não haverá mais dor, lágrimas e tristezas, mas uma eterna alegria ao lado daqueles que nesta vida foram mais do que vencedores e por isso já contemplam a face do Deus da Vida.

Texto de Regina Araújo

Meus queridos amigos,
Obrigada a todos pela força, pelo carinho e pelas boas energias que me transmitem.
Muita paz e luz!
Um beijo e um abraço muito carinhoso.
                                                          Ilca

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Sei apenas que sigo em frente...


Sabemos que a vida é feita de bons e maus momentos, num dia dá tudo certo e no outro as coisas já não são tão perfeitas assim. Altos e baixos fazem parte da construção do nosso caráter. Afinal cada momento, cada situação, que enfrentamos em nossas trajetórias é um desafio, uma oportunidade única de aprender, de se tornar uma pessoa melhor. Só depende de nós, das nossas escolhas...

Não sei se estou perto ou longe demais, se peguei o rumo certo ou errado. Sei apenas que sigo em frente na minha caminhada, com esperança e fé, vivendo dias iguais de forma diferente. Já não caminho mais sozinha(o), levo comigo cada recordação, cada vivência, cada lição. E, mesmo que tudo não ande da forma que eu gostaria, saber que já não sou a mesma de ontem, me faz perceber que valeu a pena.

Vamos procurar ser uma pessoa de valor... Que, a cada dia, possamos nos tornar mais reflexivos, mais solidários, mais fraternos. Façamos de cada momento um aprendizado.
A mudança está em nossas mãos!

Autor: Albert Einsten
(texto adaptado por mim - Ilca)

Meus amados amigos,
Desejo uma semana iluminada a todos!
Um beijo carinhoso no coração de cada um de vocês.
                                                                                Ilca

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

A vida ensina


A vida me ensinou a dizer adeus às pessoas que amo, sem tirá-las do meu coração.

Sorrir às pessoas que não gostam de mim, para mostrá-las que sou diferente do que elas pensam.

Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade, para que eu possa acreditar que tudo vai mudar.

Calar-me para ouvir. Aprender com meus erros. Afinal eu posso ser sempre melhor.

A lutar contra as injustiças. Sorrir quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo.

A ser forte quando os que amo estão com problemas.

Ser carinhosa(o) com todos que precisam do meu carinho.

Ouvir a todos que só precisam desabafar.

Amar aos que me machucam ou querem fazer de mim depósitos de suas frustrações e desafetos.

Me ensinou a perdoar incondicionalmente aqueles que me ferem, me magoam.

E, a amar incondicionalmente, pois também preciso desse amor.

A alegrar a quem precisa...
A pedir perdão...
A sonhar acordada(o).

A acordar para a realidade (sempre que for necessário),
A aproveitar cada instante de felicidade e a chorar de saudade sem vergonha de demonstrar.

Me ensinou a ter olhos para "ver e ouvir estrelas", embora nem sempre consiga entendê-las.
A ver o encanto do pôr do sol. 

A sentir a dor do adeus e do que se acaba, sempre lutando para preservar tudo o que é importante para a felicidade do meu ser.

A abrir minhas janelas para o amor...
A não temer o futuro.

A vida também me ensinou e está me ensinando a aproveitar o presente, como um presente que de Deus recebi, e usá-lo como um diamante que eu mesma(o) tenha que lapidar, lhe dando forma da maneira que eu escolher.

Charles Chaplin

Amigos queridos,
Uma semana abençoada e florida! Que a primavera venha carregada de boas energias e de novas esperanças para todos nós.
Abraços, fiquem com Deus!
                                            Ilca 

 

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

LUTO... Para quem perdeu alguém


Embora a morte faça parte do desenvolvimento humano, lutamos durante a vida pela ideia da imortalidade, e tentamos negar qualquer possibilidade de perda das pessoas que amamos. Quando a morte acontece, a sensação de dor é tão grande que temos a impressão de que vivemos um pesadelo que, em breve, vai passar. A tarefa mais difícil é constatar que o sonho é real e que é impossível fugir dele.

Abre-se um imenso buraco, e a sensação de vazio invade a alma com muita força. É como se ficássemos órfãos de nossas próprias crenças, e sem esperança de poder continuar vivendo depois deste duro golpe. O curso do tempo, que até então era sem importância, passa a ser um inimigo a ser enfrentado e, só aos poucos, descobre-se que é dele que virá o acalento.

Talvez, neste exato momento, muitos de vocês se sintam assim, experimentando um terrível vazio, e sem ânimo para continuar vivendo. Este é o início de um tempo muito difícil, de um tempo de dor, de um tempo de mudanças e transformações por dentro e também por fora. Este é o tempo do luto.

A dor que dói dentro do peito é do tamanho da ligação que se tinha com quem partiu. Leva tempo para nos ligarmos a uma pessoa e, portanto, será necessário também um logo tempo para nos desligarmos dela. Desligar não é esquecer, mas é poder viver com a lembrança da pessoa que partiu sem se machucar tanto. Com o passar dos dias e dos meses, essa dor se transformará em saudade e lembranças.

O sofrimento, o tempo do luto, é diferente para cada pessoa. Haverá dias em que a ausência parecerá algo muito recente, algo ainda muito doído. Em outros momentos, haverá uma impressão de melhora, como se o sentimento de falta houvesse rapidamente passado. Mas, como as pessoas são diferentes, vivem seus sofrimentos de forma diferente, e também elaboram o luto em tempos diferentes e de forma muito pessoal.

Lembre-se de que a morte, embora seja um processo natural da vida, é um grande enigma para o homem, e a dor da perda sempre será o seu maior sofrimento.

Ana Lúcia Naletto e Lélia de Cássia Faleiros Oliveira - Psicólogas
(especializadas no trabalho com enlutados).

Amigos queridos!
Grata pela visita e o carinho. Uma semana abençoada de muita paz, fé e esperanças renovadas para todos. Fiquem com Deus no coração!
Beijo com afeto e ternura...
                                            Ilca
                                            

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Refúgio da alma !!!


Precisamos muitas vezes procurar refúgio em nós mesmos...
No nosso silêncio, escutamos a nossa voz.
Nesses momentos conosco mesmo, é que encontramos o nossos verdadeiros sentimentos, percebemos que nossos limites não têm marcação de onde termina, ele vai até onde temos coragem de levá-lo.

O que nos causa dor, o que nos fere a alma, é o que vai nos conceder a possibilidade de exercermos a nossa bagagem espiritual.
Crescemos rumo à evolução quando com sabedoria enfrentamos os males da vida, e assim, também valorizamos o tanto de bem que ela nos concede.

Precisamos vivenciar os momentos difíceis, que trazem o sabor amargo, para vermos com nitidez os bons momentos, com doçura, com sabor de mel.
Esse contraste da vida é que nos faz seguir em frente, nos faz ver o quanto somos valentes, para enfrentar e superar, quando for preciso, as dificuldades que encontramos no caminho.

Devemos aprender a nos amar em primeiro lugar, assim saberemos amar o nosso semelhante como a nós mesmos, sem esperar ou exigir que nossos sentimentos sejam correspondidos. O amor, a amizade, o respeito e a solidariedade, são gestos e atitudes que dão sentido à nossa vida.

Precisamos ser verdadeiros guerreiros para lidar com os momentos que são fortes batalhas, mas lutar é preciso, para vencê-los e sermos felizes. E só conhecemos realmente o nosso valor, o quanto podemos, o quanto somos capazes, quando a vida nos coloca diante da dura realidade, da dor e sofrimento.

Essa força está dentro de nós, concedida pelo nosso Criador!

Texto de Paula Cervantes
(com modificações feitas por mim - Ilca).

Amigos e amigas do meu coração!
Quero deixar meu carinho a todos vocês.Tenhamos uma semana sob as bênçãos de Deus!
Muita paz e serenidade!
Beijos de gratidão.
                                 Ilca

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Vivendo para Servir


Se o sentimento de solidão invadir seu coração, e te sentires só e abandonado, não se desespere, procure na prece e na ação em prol de seus semelhantes o lenitivo para suas aflições.
Lembre-se que solidão não é estar sozinho, e sim vazio de sentimentos nobres e elevados.
Ao invés de ficar reclamando que está abandonado, sem carinho e afeto, procure entender e perdoar.

Feliz daquele que procura sua felicidade fazendo com que os outros sejam felizes. O Cristo nos ensinou que é dando que se recebe. Então, que tal procurar oferecer mais carinho e afeto às pessoas que lhe rodeiam? Foi Ele também quem nos disse: "é mais bem aventurado dar do que receber" (At 20:35).

Procure aproximar-se mais aos corações de seus entes queridos, doando amor, compreensão e carinho. Abraçar, beijar, elogiar, dizer palavras de incentivo lhes farão bem. Não economize amor e afeto, pois a nossa felicidade está em decorrência da felicidade que proporcionamos ao nosso próximo.

Pense mais em dar que em receber, e lembre-se do Homem de Nazaré que disse ter vindo ao mundo não para ser servido e sim para servir. 
Tente esquecer os problemas, amando, compreendendo e ajudando.

Lembre-se que somos filhos de Deus e o cristão como ninguém, tem por obrigação compromissar-se cada vez mais com a alegria de servir.

Renove a cada manhã o seu compromisso com a alegria de viver, vivendo para servir.
Ajude a todos sem esperar retribuição. Sempre ao chegar em casa, entre distribuindo alegria, beijos e abraços, pois esta atitude lhe ajudará superar as dificuldades.

Saia de si mesmo e esteja pronto para exprimir bons sentimentos, pois a afetividade é parte integrante de nossa vida e é de extrema importância para a saúde mental de todos nós.

É sempre dando que haveremos de receber!

Sândalo - Sergito de Souza Cavalcanti

Meus queridos, amiga e amigo!
Agradeço muito pelo carinho, presença e pelos comentários generosos deixados no post anterior. Sinto-me fortalecida por cada palavra maravilhosa de conforto e solidariedade que recebo de cada um de vocês, que me motiva a prosseguir na caminhada.
Amo a companhia de vocês aqui! Obrigada de coração por tudo!
Um abraço apertado e carinhoso... E muita paz a todos!
                                                                                     Ilca 


terça-feira, 27 de agosto de 2013

Aprendendo a viver a perda de um filho


A morte, por si só, é um mistério, é incompreensível, e é um assunto que ninguém gosta de falar. Aos olhos da fé a morte não é o fim. Cremos que a partir dela começamos uma nova vida, plena, feliz e eterna. Isso não quer dizer que somos indiferentes e não sofremos por causa dela, mas amparados pela fé, cremos que nossos filhos estão vivos na presença de Deus, e temos esperança de um dia reencontrá-los no céu. Sem a fé, a morte é o fim. O desespero chega, a dor nos vence. Mas não é nada fácil essa compreensão. Por isso precisamos de um tempo, de um avanço na fé, precisamos da graça de Deus nessa hora tão difícil e cruel. 

O luto é um processo, um tempo necessário que precisamos para aprender a viver com a dor causada pela morte de um ente querido, no nosso caso um filho ou uma filha. Não tem como não viver esse processo. É nesse tempo que vamos reaprendendo a viver, a refazer nossa vida e nossa rotina de outra forma.

São vários os estágios do luto, e nem sempre vivemos todos. Existem momentos de tristeza profunda, de silêncio interminável, de questionamentos desesperadores. Experimentamos sentimentos contraditórios, emoções nunca vividas, nem conhecidas. Mas aos poucos a dor se acalma e vamos colocando as emoções nos lugares. Aos poucos vamos percebendo que é preciso retomar a vida, seguir em frente, amar e cuidar daqueles que ficaram ao nosso lado, que também precisam e contam conosco para seguir suas vidas.

Sabemos que nunca mais seremos os mesmos, mas podemos e devemos lutar para que esse sofrimento nos faça pessoas melhores, que valorizam cada minuto como se fosse o último, que aprendem a olhar a vida com os olhos da fé, valorizando o que realmente precisa ser valorizado, e conseguem perceber em cada gesto o amor de Deus sendo derramado sobre nós. São atitudes sábias que transformam a dor em aprendizado, em passos largos rumo ao encontro dos nossos filhos no céu. Do contrário, ficaremos parados, imobilizados, indiferentes ao amor de Deus, dos nossos filhos, familiares e amigos que estão conosco.

O sofrimento pode nos paralisar ou nos ensinar, depende exclusivamente de nós. É claro que num primeiro momento a dor nos tira o chão, mas aos poucos precisamos confiar mais em Deus e seguir em frente. Não dá para simplesmente "virar a página" e esquecer. Não é possível arrancar a saudade do coração, porque ela é a presença dos nossos filhos no coração. Ela só não vai doer se esquecermos, e quem deseja esquecer? As lágrimas nunca secarão, mas qual o problema? Elas não significam fraqueza nem falta de fé. A superação dessa dor, se assim posso dizer, só se dá a partir de um processo, e cada um tem seu tempo, e não significa esquecimento ou que não sentiremos a dor com as lembranças.

Superar, no nosso caso, também significa continuar, reaprender a viver, refazer a vida apesar dessa dor. É seguir em frente mesmo sem as respostas para os questionamentos. É buscar em Deus forças para enfrentar a vida com suas alegrias e tristezas. É olhar bem além dessa dor e crer que nossos filhos vivem em Deus e com Deus. Já que não podemos mudar a situação, podemos ao menos mudar a maneira de como enfrentá-la.

Superar é aprender a olhar além da dor, além do quarto vazio, é aprender a olhar além da dor pela falta daquela voz suave a nos chamar de "mamãe", "papai", daquele abraço que não nos envolve mais, daquele sorriso que preenchia nosso coração.
É compreender que embora a casa tenha ficado mais vazia, mais triste, nela moram pessoas escolhidas por Deus para fazer parte da nossa vida.

Cada filho é único e seu lugar jamais será preenchido, sabemos disso, e justamente por isso não podemos nos fechar na dor e deixar de amar com toda intensidade aqueles que ficaram e, em alguns casos, aqueles filhos que ainda virão pela graça e misericórdia de Deus. Que o amor gravado por Deus em nosso coração nos dê sempre, e cada vez mais, força, coragem, fé e a esperança de um dia reencontrar com os nossos filhos no céu.

Texto de Regina Araújo

A saudade é imensa, minha filha querida! Mas o amor que nos une é infinitamente maior, capaz de me fazer suportar tamanha dor. E através da minha fé, aos poucos vou reaprendendo a viver, um dia de cada vez, e vou seguindo em frente, pela graça de Deus. Te amo muito, minha linda! 
Até o nosso reencontro...
Beijos de amor e luz! 

Tua mami
 

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

A lição do relógio


     Deus nos deu no relógio, uma grande lição, porque os ponteiros assinalando o tempo, não
                                                  caminham nunca para trás...
                                                              Chico Xavier

Ao despertarmos a cada manhã, recebemos um presente de Deus: o presente de um novo dia. Que significado isso tem para nós? Um novo dia quer dizer uma nova oportunidade, um novo recomeço.
Chico Xavier nos ensina a aprender com os ponteiros do relógio que sempre caminham avante. Assim também deve ser a nossa vida.

Não podemos estacionar nas dificuldades, nas mágoas, na rebeldia, pois do contrário o relógio de nossa vida também deixa de andar e passaremos a viver em um mar de total estagnação. E a estagnação muitas vezes produz miséria, doença e ignorância.

Quando acordamos pela manhã, os ponteiros do relógio já avançaram em relação ao dia passado, convidando-nos também a avançarmos rumo ao crescimento que nos cabe em todos os setores de nossa existência.

Um novo dia é o ensejo de retomar sonhos, reiniciar projetos, restaurar amizades e afetos, experimentar novos caminhos. É Deus, cheio de esperança em nós, dizendo-nos para irmos adiante apesar do passado de sombras e amarguras, desencantos e aflições.

Aproveitemos esse recomeço para também nos renovarmos virando as páginas tristes do calendário de nossa vida. Não traga o ontem para o hoje. Entreguemos nosso coração ferido para os dias que já se foram. Para dar as boas vindas ao novo dia é preciso se despedir do dia velho. Pense e esteja decidido a deixar no chão do tempo tudo aquilo que não pode ser mais mudado.

Hoje Deus lhe deu o presente mais valioso que você já recebeu em sua existência. Ele lhe deu o tesouro do tempo para que você o aproveite e escreva, com atitudes positivas, a sua história de felicidade. O minuto de quem chega à vitória é o mesmo minuto de quem experimenta o fracasso.

Vamos dar corda no relógio de nossa vida?

(Do livro: "Minutos com Chico Xavier" - Autor: José Carlos de Lucca)

Meus queridos e minhas queridas,
Desejo a todos um novo dia cheio de bênçãos e muita energia positiva!
Um grande abraço, e um beijo no coração !
                                                                  Ilca 



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...