Dedico este blog à minha filha Thais, meu eterno amor, que partiu muito cedo para um lindo lugar... no outro lado da vida ..!!!

Seguidores

domingo, 30 de abril de 2017

Escolhas



A vida sempre oferece duas opções...

Se não há uma segunda porta,
pode apostar que existe uma janela
ou um telhado que se possa abrir.

Por isso, você pode contemplar uma rosa,
sentir seu perfume inigualável,
perder-se com a beleza das cores,
e deixar-se levar pela magia das flores...
Ou sentir o espinho e reclamar da dor, 
lamentar as folhas arrancadas.

Pode chorar por não ter recebido mais rosas, 
ou ainda hoje, oferecer uma para alguém.

Assim é nossa vida...

Mesmo diante da noite mais escura,
podemos acender um mísero fósforo e iluminar a rua.
Diante da dor mais profunda,
podemos confortar com um gesto, uma palavra.

Perto do fim, podemos encontrar o nosso começo.
E onde tudo parecer impossível,
nos resta o encontro divino com a fé,
onde Deus, que habita em nós, responde:
             Filho, Eu estou aqui,
                Eu sou o amor.

Duas escolhas sempre !!
Que o amor seja sempre a nossa primeira escolha.

Paulo Roberto Gaefke
 
Que nossas esperanças sejam renovadas e nossa fé fortalecida a cada novo dia.
A escolha será sempre nossa !

A todos que aqui me visitam, deixo o meu carinho e gratidão !

Beijos de luz , queridos amigos !



domingo, 23 de abril de 2017

Que a vida nos ensine !


                 Que a gente aprenda a valorizar o abraço antes da ausência.
                                       O sorriso antes da lágrima.
                             O momento que antecede a despedida.
                                         A luz de dias calmos. 
                                    O amor sem nada em troca.
                  Que a vida nos ensine à tempo o que é precioso cultivar.
                            A demonstração de afeto antes da partida.
                               A alegria anterior aos tempos difíceis.
                                       A presença antes da falta.
              Que tenhamos sabedoria à tempo para termos tempo de realizar.
                É verdade que a vida voa, mas também recomeça a cada dia,
                            nos dando a infinita chance de recomeçar.


- Erick Tozzo -

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Assim é a vida...


A vida é cheia de términos e novos começos.
A cada curva há algo que nos desafia, seja o novo, 
formidável, ou simplesmente o familiar.
O que para uns é uma montanha intransponível, 
para outros um desafio a vencer.
O que se torna sombrio para alguns 
ainda permanece iluminado para outros.
Os otimistas veem o caminho à frente, 
os pessimistas ficam tão ocupados em olhar para trás 
que não conseguem ver a solução bem diante deles.
Se ficarmos segurando a corda que nos arrasta 
para trás não teremos mãos livres para agarrar
a corda que nos puxa para frente.

- Brahma Kumaris  -


sábado, 8 de abril de 2017

Saber Viver!

                                         "Não sei se a vida é curta ou longa para nós,
                                          mas sei que nada do que vivemos tem sentido,
                                          se não tocarmos o coração das pessoas." 
                                                              (Cora Coralina)

Sim. Saber viver é saber se doar. Assim está no poema de Cora Carolina. E um espírito amigo que se identificou com o nome Jaime, que ora me inspira, acabou de me dizer que “Quando se compreende a vida, aprende-se a amar". As almas se reencontram. Kardec diz no Livro dos Espíritos que os espíritos afins podem não se reconhecerem mas, se buscam nas multidões e se reencontram mais dia menos dia. Esse amor pelo outro é extraordinário. É complementar. Mas, além dele temos o que Jesus nos ensinou, curando os doentes, libertando os fracos das garras do mal, iluminando os corações e perdoando aqueles que não o compreenderam.

E sabemos que grandes homens têm passado pelo mundo sofrendo injustiças, perseguições, calúnias, mas revidaram a tudo com amor e sabedoria, porque compreenderam a vida.
Viver é tanto satisfazer o mundo íntimo como se doar àqueles que necessitam de caridade; não da caridade que mata a fome e enaltece o orgulho, que é fácil de ser praticada, mas aquela que nos obriga a desfazer das imperfeições, sacrificando o egoísmo em prol das criaturas que dividem conosco a oportunidade reencarnatória, que conosco convivem e dividem o mesmo teto. Sejam eles nossos pais, companheiros, filhos, irmãos, parentes e amigos.

A reforma íntima não se realiza sem o amor às criaturas imperfeitas. Nós mesmos somos imperfeitos e jamais poderemos dizer que o nosso pensamento é o único e verdadeiro, pois somos apenas o "reflexo do outro em nós". Jesus nos ensina a amar nossos "amores" e o próximo, indistintamente, e a perdoar quantas vezes forem necessárias. Nunca devemos sentir ódios e alimentarmos mágoas que nos conduz à maledicência e ao desamor, trazendo verdadeiras catástrofes às nossas vidas e de nossos companheiros de vida terrestre, dificultando os acertos que pela Lei de Causa e Efeito TEMOS DE CUMPRIR. Muitas pessoas perderam encarnações valiosas, pelo não exercício do amor junto daqueles que caminharam ao seu lado e que serviam-lhes de instrumento ao aprimoramento pessoal. E tiveram de sucessivamente retornar ao Orbe Terrestre para resgates, numa sucessão interminável de casos reencarnatórios.

Assim, me volto ao Senhor e peço-lhe que me ensine a trilhar o Seu caminho, conduzindo-me ao bem, libertando-me do mal, para que eu seja sempre digno de habitar para sempre a Sua Seara. Peço a todos que façam essa reflexão e que Deus os abençoe!


Por: Walter de Carvalho


sexta-feira, 31 de março de 2017

"A vida está nos olhos de quem sabe ver"


Andamos errantes em várias existências buscando o sentido da "vida", nos deparamos em muitas fases de uma existência com aquele pensamento: de onde eu venho ou por que estou aqui?
São pensamentos que nos demonstram, muitas vezes, nosso estado de estagnação, que algo ou algum sentido está faltando para nosso compromisso assumido ao reencarnar.

Perambulamos pelas inúmeras "vidas", nem nos damos conta do que realmente nos afeta e muito menos do nosso propósito. Enxergamos o que queremos ver e ouvimos o que queremos ouvir. Deixamos de lado, em muitos momentos, oportunidades grandiosas de um pequeno passo para mais um degrau da evolução. Nos apegamos a coisas e pessoas, nos apegamos a nossas manias, nos apegamos a padrões preestabelecidos. Enfim nos apegamos ao que achamos que somos e gostamos e não ao que verdadeiramente somos.

Nossos caminhos se cruzam com aqueles que temos afinidade, desses encontros surgem grandes companheiros de caminhada, companheiros que irão se ajudar mutuamente no processo evolutivo. Em contrapartida, também encontramos aqueles que não são tão afins assim, e com esses, nossos débitos se encontram muito grandes em determinados momentos. Em algum ponto lembramos dessas situações vivenciadas e esquecidas no tempo, mas que sempre estão ali dentro de nós, mostrando o quão ainda somos pequeninos.

O despertar de uma nova consciência se faz necessário em cada um de nós, uma consciência reflexiva sobre qual é o nosso real papel neste planeta, nesta existência e perante a eternidade.
Observemos a "vida" como ela é e que possamos ver nela o florescer de uma nova humanidade por onde caminhamos.

Por: Gabriel Garcia Márquez


terça-feira, 14 de março de 2017

Você será feliz, disse a vida, mas primeiro te tornarei forte !!


Você será feliz, disse a vida, mas primeiro te tornarei forte e resiliente. Farei você renascer. Ajudarei a segurar os solavancos, a remar contra o vento e a maré, a aprender e a abrir com suavidade o tesouro da fortaleza emocional.
Porque eu, a vida, sou feita de momentos bons e ruins, de dificuldades e de oportunidades, de momentos especiais, de pegadas, de cicatrizes, de companhia, de solidão, de ansiedade, de sossego e dessa sabedoria que refletimos sobre os problemas mais caóticos.
E é quando examinamos a nossa história que compreendemos que tudo aquilo que vivemos forma a nossa personalidade; pois é a dor das feridas que nos constrói e nos ajuda a aceitar, a enfrentar e a nos transformarmos em meio às adversidades.
Porque nunca sabemos o quanto somos fortes até que ser forte se torna a nossa única opção. É neste momento que nos vemos obrigados a contemplar outras realidades mais diversas e menos centradas em nós mesmos e em nossos desejos.
Assim como disse a psiquiatra especialista em morte e cuidados paliativos Elisabeth Kübler-Ross, “As pessoas mais belas com as quais me encontrei são aquelas que conheceram a derrota, conheceram o sofrimento, conheceram a luta, conheceram a perda e encontraram sua forma de sair das profundezas. Estas pessoas têm uma apreciação, uma sensibilidade e uma compreensão da vida que nos enche de compaixão, humildade e uma preocupação amorosa profunda. As pessoas belas não surgem do nada”.
Por: Raquel Brito

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...